São José dos Campos
20º / 26º
No decorrer do dia o dia terá com variação de nebulosidade na região.
Home
August 10, 2014 - 02:00

Taubaté vai recuperar estação de trens

Estação Ferroviária de Taubaté, prédio que faz parte da história da cidade. Foto: Rogério Marques

Estação Ferroviária de Taubaté, prédio que faz parte da história da cidade. Foto: Rogério Marques

Antiga estação deve ser transformada em centro educacional, cultural e turístico; reforma deve ficar pronta em 2016, ano em que prédio faz 140 anos

Taubaté

Utilizado como abrigo para moradores de rua e ponto de consumo de drogas, o prédio da antiga Estação Ferroviária de Taubaté deve ser transformado em centro educacional, cultural e turístico. A expectativa é que as portas sejam abertas até o final de 2016, ano que o prédio completará 140 anos.
Essa é a meta do projeto que está sendo negociado pela MRS Logística, responsável pela administração da ferrovia, e pelo Instituto I.S de Desenvolvimento e Sustentabilidade Humana de Taubaté, uma entidade privada sem fins lucrativos. A Prefeitura de Taubaté acompanha o caso.
Para o prédio, que pertence ao governo federal, possa ser revitalizado, um processo tramita no DNIT (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte), em Brasília, para que a concessão seja repassada da MRS para o Instituto.
De acordo com o presidente do Instituto, Rodrigo França, em março de 2013 a prefeitura demonstrou interesse em assumir o imóvel, mas depois abriu mão, após um acordo amigável para que o Instituto fosse responsável pelo prédio.
Mesmo sem a concessão, o governo Ortiz Junior (PSDB) manifestou interesse em formar convênios, que vão de apresentações culturais, a cursos, mostras, exposições e outras atividades. Já o instituto, será responsável por gerenciar o imóvel, por todo orçamento de restauro, convênios com empresas e governo estadual e federal, além do pessoal que irá trabalhar no local.

Estação.Fundada em 1876, a Estação Ferroviária fazia parte da Companhia de Estrada de Ferro que ligava São Paulo ao Rio. Ela está desativada desde a década de 80. Não há valor estimado da obra.

Publicidade
Publicidade
Publicidade  
Publicidade
Publicidade
Publicidade