São José dos Campos
20º / 26º
No decorrer do dia o dia terá com variação de nebulosidade na região.
Home
December 6, 2014 - 06:00

São José vence Arsenal e conquista título mundial de futebol feminino

Meninas da Águia comemoram o título do Mundial de Clubes. Foto: Mengo do Japão/Divulgação

Meninas da Águia comemoram o título do Mundial de Clubes. Foto: Mengo do Japão/Divulgação

As Meninas da Águia venceram o time inglês na manhã deste sábado em Tóquio, no Japão

Marcos Eduardo Carvalho
São José dos Campos - Atualizado às 18h

É campeão do Mundo! O São José venceu o Arsenal Ladies, da Inglaterra, por 2 a 0, na madrugada deste sábado e conquistou pela primeira vez o título de campeão mundial de futebol feminino, em jogo disputado em Tóquio, no Japão.
Com gols de Rosana e Giovânia, as joseenses entraram para a história do futebol feminino brasileiro e mundial. Aliás, é a primeira vez que o Brasil fatura um título mundial, já que nem mesmo a seleção brasileira ainda conseguiu tal feito. Assim, o título da Águia ganha ainda mais em importância.
Tricampeã da Libertadores Feminina, a equipe joseense disputou o seu primeiro mundial este ano e, depois de vencer o Urawa Reds, do Japão, por 1 a 0, na quarta-feira, agora derrotou o poderoso time inglês na decisão.

Jogo duro. O time do técnico Adilson Galdino tratou de abrir o placar logo aos 4min, com a meia Rosana, que na semifinal já havia dado o passe para Debinha fazer o gol da vitória sobre o Urawa.
A partida foi equilibrada, com oito chutes a gol das joseenses e sete das inglesas.
No segundo tempo, quando o Arsenal já pressionava em busca do empate, as Meninas da Águia chegaram ao segundo gol com a sempre precisa atacante Giovânia, que está no clube desde 2012 e marcou o gol de pênalti.
Assim, não tinha mais como deixar o título escapar. E o São José foi campeão sem levar um gol sequer no torneio.

Postura. Após o jogo, o técnico joseense destacou a performance do time em campo. “O jogo foi difícil, como esperávamos, muito equilibrado. Sabíamos que se a gente jogasse o futebol alegre que estamos acostumados a jogar, teríamos chances de chegar a esse título”, afirmou Adilson, a O VALE, pela internet.
“A sensação é inexplicável. Somos campeões do mundo, né”, resumiu o comandante do time joseense.
Time de futebol feminino de São José campeão mundial no Japão. Foto: Mengo do Japão/Divulgação
Foto: Mengo do Japão/Divulgação

Ficha técnica

São José: Andreia Suntaque; Poliana, Bruna Benites, Bagé e Letícia Santos; Francielle, Formiga, Rosana (Rita Bove) e Andressa Alves; Giovânia e Debinha (Chú)
Técnico: Adilson Galdino

Arsenal: Chamberlaim; Scott (Kinga), Mitchell, Fahey e Averbuch; StoneyNubbs, Williamson (Weir), e Sanderson (Murray); Shinobu Ohno (Avisi) e Carter
Técnico: Pedro Martinez Losa

Gols: Rosana aos 4min do primeiro tempo e Giovânia (pênalti) aos 26min da etapa final. Árbitro: Sachiko Yamagishi. Cartões amarelos: Andressa Alves, Bagé e Bruna Benites (SJ) e Chamberlaim (A). Local: Estádio Nishigaoka, em Tóquio. Público: 1.365 pessoas



Time ressalta a superação dentro de campo

São José dos Campos

A festa, naturalmente, foi muito grande entre as jogadoras do São José após o jogo de ontem. Afinal de contas, não era para menos. Título mundial não se conquista toda hora.
“A emoção não dá pra descrever de verdade. A ficha ainda não caiu. Não estamos acreditando, mas não porque não éramos capazes, mas sim porque a competição foi tão difícil. Ouvimos dizer por aí que vínhamos só para passear. Muito pelo contrário”, disse a volante Fran, em tom de desabafo, e também de despedida, já que no ano que vem ela vai defender o Boston, na Liga Norte-Americana Feminina.
“Fecho um ciclo de quatro anos com muito mais vitórias do que derrotas. Isso tanto dentro de campo quanto fora dele. Amadureci e cresci muito não só como atleta mas como pessoa também”, afirmou a volante e um dos destaques do time.

Nova era. Para o coordenador administrativo do São José, Gustavo Assad, esse título representa muito para o futebol feminino da cidade.
“Espero que esta conquista seja um divisor de águas e o futebol feminino passe a receber o devido valor que merece. Como dirigente, o meu trabalho está apenas começando, pois tem muitos desafios pela frente”, afirmou logo após o jogo, em conversa pela internet. 

O técnico do São José, Adilson Galdino, exibe o troféu de campeão. Foto: Mengo do Japão/Divulgação
O técnico do São José, Adilson Galdino, exibe o troféu de campeão. Foto: Mengo do Japão/Divulgação

Publicidade
Publicidade
Publicidade  
Publicidade
Publicidade
Publicidade