São José dos Campos
20º / 26º
No decorrer do dia o dia terá com variação de nebulosidade na região.
Home
January 6, 2017 - 07:46

São José e Taubaté travam batalha para evitar nova epidemia de dengue

Agente combate dengue em São José. Foto: Claudio Vieira/O VALE.

Agente combate dengue em São José. Foto: Arquivo/O VALE.

Joseenses contam com 176 agentes de combate neste verão para combater o Aedes aegypti

Daniela Santos
São José dos Campos

Com mais de 5 mil casos de dengue registrados em 2016, São José dos Campos e Taubaté intensificam ações contra o mosquito Aedes aegypti para evitar uma nova epidemia este ano.

Neste verão, época em que os casos de dengue são mais comuns, São José contará com 176 agentes de combate que percorrerão residências da cidade no período das 12h às 20h.

O intuito é aproveitar o horário de verão para atender os chamados ‘domicílios dormitórios’, quando moradores saem para trabalhar cedo e só retornam para suas casas no fim da noite, além de conscientizar os cidadãos que o verão é a estação mais propícia para o surgimento de novas larvas por conta das chuvas corriqueiras da estação.

No ano passado, foram registrados 1.713 casos de dengue na cidade. Segundo a prefeitura, foram também sete casos de chikungunya e 18 casos de zika vírus, doenças também transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti, mas nenhum destes foi registrado como autóctone (ou seja, foram importados de outras cidades).

De acordo com o CCZ (Centro de Controle de Zoonoses) da cidade, o horário estendido para o combate perdurará até o dia 19 de fevereiro.

Dengue. Em Taubaté, segundo a prefeitura, há uma parceria com o exército, que está fiscalizando os focos dos mosquitos , para ajudar a evitar que a cidade passe por uma nova epidemia da doença.

Além disso, o governo municipal mantém as atividades do caminhão cata-treco, que passa pelos bairros para recolhimento de materiais como pneus e demais entulhos.
O horário de monitoramento das equipes que vistoriam às residências em busca de larvas se estendeu até às 19h.

Em 2016, a cidade registrou 3.306 casos oficiais de dengue -- um número maior do que em 2015, quando foram 2.475. Também foram três casos confirmados de zika e oito de chikungunya, mas a prefeitura não informou se estes foram autóctones ou importados de outros municípios.

Epidemia. As duas cidades já sofreram com a doença em anos recentes. São José teve em 2015 a pior epidemia de sua história, com 14.429 casos confirmados e 10 vítimas fatais. Em Taubaté, a situação é ainda pior: a cidade viveu epidemia da doença nos últimos quatro anos.

Publicidade
Publicidade
Publicidade  
Publicidade
Publicidade
Publicidade