São José dos Campos
20º / 26º
No decorrer do dia o dia terá com variação de nebulosidade na região.
Home
October 21, 2014 - 20:31

KC-390 é apresentado e atrai interesse de países parceiros

O KC-390 foi apresentado em solenidade com comitivas de 30 países. Foto: Claudio Vieira

O KC-390 foi apresentado em solenidade com comitivas de 30 países. Foto: Claudio Vieira

Maior avião projetado pela Embraer tem 32 cartas de intenção de compra; só Argentina sinalizou aquisição de 6 unidades

Chico Pereira
Enviado a Gavião Peixoto

A Embraer apresentou nesta terça-feira em Gavião Peixoto o primeiro protótipo do cargueiro de transporte militar KC-390, o maior avião projetado pela companhia. A cerimônia teve a presença de comitivas de 30 países.
O próximo passo do projeto do jato será a realização de testes em solo antes do primeiro voo da aeronave, previsto para ocorrer ate o final deste ano.
“Este marco significativo do programa KC-390 demonstra a capacidade da Embraer de gerenciar um projeto complexo e de alta tecnologia como este e executá-lo dentro do planejamento previsto”, afirmou ontem o presidente e CEO da Embraer Defesa & Segurança, Jackson Schneider.

Apresentação. O executivo ressaltou que o novo jato já possui 32 cartas de intenção de compra dos países parceiros do programa --Argentina, Portugal e República Tcheca. Somente a Argentina sinalizou a intenção de comprar seis unidades.
Outro impulso importante para o programa foi a decisão da FAB (Força Aérea Brasileira) de comprar 28 unidades do KC-390, em um contrato no valor de R$ 7,2 bilhões, que inclui fornecimento de peças, treinamento e logística.
A solenidade contou com a participação de ministros de Defesa, entre eles do Brasil, Celso Amorim, da Argentina, Agostinho Rossi, e de Portugal, José Pedro Aguiar Branco.
Também estavam presentes todo o alto comando das Forças Armadas do Brasil e das três Armas.
Amorim afirmou que o KC-390 representa um avanço tecnológico do Brasil além de ser um projeto resultado de parceria com vários países. “É importante frisar essa parceria. Ele é um símbolo da cooperação internacional”.
Por enquanto, a Embraer não fala em preço da aeronave. O presidente da unidade de negócios disse que o preço irá variar conforme as especificações de cada cliente.

Preço. O mercado potencial é estimado em 720 unidades. A Embraer quer abocanhar até 20% desse mercado.
“É um produto avançado, que tem várias aplicações. Além do emprego militar, como transporte de tropa e equipamentos e reabastecimento em voo, o KC-390 poderá ser utilizado em missões civis”, afirmou Schneider.

Saiba mais

Produção
A previsão é de que a produção seriada do novo jato seja iniciado no próximo ano e as primeiras entregas estão previstas para 2016.

Testes
A aeronave vai continuar com as avaliações iniciais de sistemas que culminarão com o primeiro acionamento do motor e, em seguida, serão feitos os testes de vibração em solo e demais ensaios planejados

Campanhas
O modelo apresentado ontem é o primeiro de dois protótipos que serão usados nas campanhas de desenvolvimento, testes de solo, testes de voo e certificação

Fábrica
Para produzir o KC-390, Embraer construiu 30 mil metros quadrados de hangares em Gavião Peixoto. O programa do KC-390 já gerou 1.500 empregos diretos e outros 7.500 indiretos



Certificação do jato deve levar 2 anos
Gavião Peixoto

Diretor do Programa KC-390, Paulo Gastão disse que a certificação do novo jato militar deve levar dois anos para ser concluída.
O executivo afirmou que a intenção da Embraer é obter duas certificações para o jato, militar e civil.
A campanha de ensaios em voos será feita com dois protótipos do KC-390 -- o apresentado ontem e outro que já em fase de produção.

Sucesso. O presidente da Embraer Defesa & Segurança, Jackson Scheneider, afirmou que o novo jato militar terá um preço competitivo no mercado, mas afirmou que não é possível estabelecer um valor médio porque isso depende de cada cliente e da configuração que ele deseja para a aeronave.
“Cada venda é uma negociação que acontece separadamente”, afirmou.
Segundo ele, a expectativa é de que o KC-390 será um produto de sucesso comercial.
“Acreditamos muito nas possibilidades de venda do jato. Ele foi apresentado oficialmente hoje ao mercado. Temos certeza que o jato irá gerar muitas divisas para o país.”

Publicidade
Publicidade
Publicidade  
Publicidade
Publicidade
Publicidade