São José dos Campos
20º / 26º
No decorrer do dia o dia terá com variação de nebulosidade na região.
Home
October 7, 2016 - 17:23

Conheça três cidades do Vale famosas pelo turismo religioso

Mulher reza na Sala das Velas, na Basílica de Aparecida. Foto:Alan Collet

Mulher reza na Sala das Velas, na Basílica de Aparecida. Foto:Alan Collet

Redação
São José dos Campos

O mercado do turismo religioso só cresce no Brasil. De acordo com os últimos dados do Departamento de Estudos e Pesquisas do Ministério do Turismo, aproximadamente 18 milhões de brasileiros fizeram viagens motivadas pela fé em 2014. A região do Vale do Paraíba, interior de São Paulo, é destaque no assunto, chegando a ser considerada a capital do turismo religioso no Brasil. Isso porque abriga três cidades famosas por receberem fiéis de todo o país: Aparecida, Guaratinguetá e Cachoeira Paulista.

As cidades formam o tripé do Circuito Turístico Religioso do Vale do Paraíba, roteiro criado em 2007 para estruturar o setor na região. O Santuário Nacional de Aparecida é o que mais atrai turistas: somente em 2015, a basílica recebeu a visita de mais de 12 milhões de romeiros. Com a movimentação de turistas na cidade, consequentemente o circuito turístico é beneficiado, aumentando também o fluxo de turistas em outros templos da região, como a comunidade Canção Nova e o Santuário Frei Galvão.

O Guichê Virtual, startup líder na venda de passagens de ônibus online no Brasil, separou um roteiro incrível das três cidades. Confira:

Aparecida - Santuário Nacional de Nossa Senhora Aparecida

A cidade de Aparecida está distante a 168 km de São Paulo e é destino obrigatório para o turismo religioso, pois abriga o Santuário Nacional de Nossa Senhora Aparecida, a segunda maior basílica do mundo. Milhares de devotos viajam para Aparecida para ver de perto a imagem original da santa resgata por três pescadores no Rio Paraíba do Sul, no ano de 1717.

Dois dias são suficientes para conhecer os principais atrativos da cidade. Além do Santuário Nacional, vale a pena o viajante conhecer a Matriz Basílica, a primeira igreja que recebeu a imagem, e o Porto Itaguaçu, local onde a santa foi encontrada pelos pescadores. Destaque também para a Sala dos Milagres, onde, em agradecimento à santa, os devotos deixam fotos, objetos e partes do corpo produzidos em cera. Outros pontos turísticos da cidade são o Morro do Cruzeiro, a Passarela da Fé, o Relógio de Flores e a Igreja de São Benedito.

Em 2017, o santuário comemora 300 anos do encontro da imagem de Nossa Senhora. Por isso, a administração da basílica promove o Jubileu “300 anos de bênçãos”, com uma extensa programação devocional que já tem início este ano, no Dia de Nossa Senhora Aparecida, 12 de outubro.

Guaratinguetá - Pílulas de Frei Galvão

A menos de 30 km de Aparecida, está a cidade de Guaratinguetá, outro ponto de parada de muitos viajantes que buscam o turismo religioso. A canonização de Antônio de Sant´Anna Galvão em 2007, o Frei Galvão, impulsionou o turismo religioso na cidade.

Foi nessa cidade que nasceu e viveu o primeiro santo brasileiro. A história conta que o frei curou diversas pessoas por meio de pílulas, com orações escritas dentro. As pílulas ainda são sucesso na cidade: segundo estimativas da prefeitura municipal, a cidade recebe 1,2 milhão de turistas por ano.

Além das pílulas, Guaratinguetá conta com outras atrações acerca do frei e de seus milagres. O turista deve visitar o Mosteira da Luz, construído pelo santo; a casa onde ele viveu na cidade; e a catedral onde o frei foi batizado e realizou sua primeira missa, além da Santuário Frei Galvão e o museu sobre sua vida.

Cachoeira Paulista - comunidade Canção Nova

A cidade de Cachoeira Paulista também é conhecida pelo seu potencial turístico religioso, graças a comunidade Canção Nova. O local recebe mais de um milhão de peregrinos anualmente para missas, retiros e encontros de oração.

A Canção Nova é uma comunidade católica fundada pelo Monsenhor Jonas Abib, em 1978, seguindo as linhas da Renovação Carismática Católica. Os acampamentos de oração são as maiores atrações da comunidade.

Se quiser ir além da visita à Canção Nova, vale conhecer o Santuário Diocesano de Nossa Senhora de Santa Cabeça, que também fica em Cachoeira Paulista. A santa é invocada para interceder pelas enfermidades relacionadas à cabeça. As missas são celebradas todos os sábados, às 16h e aos domingos, às 9h30 e às 16h.
 

Publicidade
Publicidade
Publicidade  
Publicidade
Publicidade
Publicidade