São José dos Campos
20º / 26º
No decorrer do dia o dia terá com variação de nebulosidade na região.
REGIAO
March 30, 2016 - 10:36

Com investimento de R$ 16 mi, Aeroporto de São José perde 4 companhias aéreas em 8 anos

Área da check-in do Aeroporto de São José. Foto: Alan Collet/O VALE

Área da check-in do Aeroporto de São José. Foto: Alan Collet/O VALE

Xandu Alves
São José dos Campos

Nos últimos oito anos, o Aeroporto de São José perdeu voos comerciais de quatro companhias, três delas entre as maiores do país: Gol, OceanAir, Azul e TAM. A última a suspender a atividade foi a TAM, que cancelará o voo entre São José e Brasília, hoje o único da cidade, no próximo dia 1º de junho, quando a operação completará 11 meses.

Gol e OceanAir começaram a oferecer voos de São José para Rio de Janeiro e Porto Alegre, respectivamente, no final de 2007. Ambos foram cancelados em maio do ano seguinte.

A Azul começou a operar um voo para o Rio de Janeiro em outubro de 2010, encerrando as atividades em dezembro de 2014. Em nota, a TAM alegouque os cortes integram "ajustes e otimização de custos iniciados em 2015" e que a decisão busca fazer frente à crise econômica no país.

Dúvidas.
Os cortes das atividades levantam dúvidas sobre o potencial comercial do Aeroporto de São José, mesmo estando em localização estratégica e podendo receber voos internacionais.

"Acho difícil uma companhia se interessar. Estamos perto de São Paulo e o cliente pode ir a Guarulhos, sem pegar conexões", disse Daniel Parodi, diretor da agência Vera Parodi Turismo.

O encerramento das operações da TAM pegou a cidade de surpresa. "Cortar é pior do que tudo. É o momento do Brasil atual", afirmou Felipe Cury, presidente da Associação Comercial e Industrial.

Obras. 
A Infraero (Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária), que administra o aeroporto, investiu R$ 16,6 milhões para ampliar de 800 m² para 5.800 m² o terminal de passageiros, que ganhou novos balcões de check-in e sanitários. As obras foram concluídas em agosto de 2014, após pouco mais de um ano.

Em nota, a Infraero disse que a "inclusão, alteração e cancelamento de voos é uma decisão estratégica das próprias empresas aéreas" e que vai "recorrer ao mercado em busca de novos parceiros".

Com capacidade para receber 2,7 milhões de passageiros por ano, o aeroporto teve movimento de 63.622 pessoas em 2015 e de 86.038 em 2014. Em janeiro e fevereiro deste ano, o movimento foi de 14.483 pessoas, maior do que no mesmo período dos dois anos anteriores --3.237 e 12.413.


Prefeitura tenta reverter decisão da TAM

A Secretaria de Desenvolvimento Econômico de São José disse que irá procurar a TAM e a Secretaria de Aviação Civil para tentar reverter a decisão de encerrar o voo entre a cidade e Brasília, operado pela companhia aérea. O voo será encerrado em 1º de junho.

Além disso, a pasta disse que a prefeitura "continuará trabalhando em parceria com a Infraero para atrair outras empresas interessadas em operar em São José". Em nota, a Secretaria de Desenvolvimento Econômico disse que a TAM pode voltar a operar na cidade.

"Em comunicado enviado à Prefeitura, a TAM alegou que a interrupção dos voos foi adotada para otimizar custos. A companhia disse ainda que estará atenta a novas oportunidades para o aeroporto de São José".

Procurada, a Anac (Agência Nacional de Aviação Civil) informou que não há nenhuma nova solicitação de voo em trâmite para o Aeroporto de São José. A Infraero disse que vai recorrer ao mercado em busca de novos parceiros.

 

Publicidade
Publicidade
Publicidade  
Publicidade
Publicidade
Publicidade